terça-feira, 21 de julho de 2009

Auto-análise

Ser o encontro dos fios que se tece,
é ser-humano.
Ter suas linhas mais reais flagradas em versos,
é ser-poeta.

3 comentários:

BAR DO BARDO disse...

Você é Penélope.


Odisseu é um homem de sorte...

L.G disse...

Simples e por demais completo.
As palavras em dedos de Livia bonitas ficam...
AdOrO
beijos flor

DaniK disse...

Adoro... vamos tecer juntas?
beijos