segunda-feira, 3 de novembro de 2008

15.08.08

“E a vida ganha um sentido”
“Ou vários”
(frases ditas na aula de teatro, ontem)

A vida não tem sentidos,
ela os é.

Um comentário:

BAR DO BARDO disse...

A vida é uma produção de sentidos constante e ininterrupta. O sentido são todos.
Talvez faça algum sentido escutar Beatiful Ones, do Suede, por exemplo.
Estamos aqui pensando tanto com aulas de teatro quanto sem.